Computador Eletrônico?
O ENIAC é considerado o primeiro computador eletrônico do mundo. Antes dele foram construidos alguns computadores que eram eletromecânicos, como o Mark I, que usava cartões perfurados para fazer a entrada e saída de dados.

Além do Mark I o Z3 construído na alemanha na época da segunda grande guerra pelo cientista Konrad Zuse também faz parte da história, e sem contar que Zuse em 1942 teve a idéia de fazer um computador usando válvulas como o ENIAC, mas Hitler com toda sua prepotência cancelou todos os projetos de longo prazo e já que o novo Z3 de Zuse demoraria 2 anos para ficar pronto o III Reich simplesmente cancelou o seu projeto achando que até lá já teriam ganho a guerra.

O Colossus também merece destaque, projetado pelos ingleses na época da segunda guerra foi criado para ruptura de códigos do exército alemão. Lembrando que todos esses computadores foram baseados na máquina diferencial de Charles Babbage idealizada em 1820 na inglaterra.

Mark I Z3 & Konrad Zuse Colossus
Mark I
Z3 & Konrad Zuse
Colossus
Por que construir um computador tão "potente"?
A história do ENIAC começa no início da segunda guerra. O Laboratório de Pesquisas do Departamento de Guerra situado em Aberdeen Maryland no EUA precisavam agilizar um processo na preparação de tabelas de tiro de artilharia , para os soldados em campo conseguirem mirar com canhões nos alvos com precisão mesmo em situações adversas de vento e temperatura.

Mas para isso exigiam grandes e trabalhosos cálculos de 750 diferentes multiplicações para apenas uma trajetória e cada tabela apresentada continha 2.000 trajetórias. Ainda tentaram acelerar esse processo com um analisador diferencial mas a máquina não era tão precisa e não dava os números exatos fazendo as tropas em campo usarem calculadoras de mesa para afinar os cálculos.

Com o tempo esse sistema foi perdendo terreno e o laboratório foi obrigado a estabelecer um sistema auxiliar de computação na Escola Moore de Engenharia, da Universidade da Pensilvânia. Eles também usavam o sistema com um analisador diferencial. Mas dois membros da equipe na escola acreditavam que poderiam ir além, o nome desses dois revolucionários?
John W. Mauchly
J. Presper Eckert
  Como realizar?
  Mauchly era muito interessado por metereologia e era formado em física, ele sempre almejou um dispositivo que permitisse aplicar metódos estatísticos à previsão do tempo. O seu interesse em computação eletrônica pode ter sido influênciada pelo trabalho de John Atanasoff que projetou um protótipo rude de um computador eletrônico que usava 300 válvulas junto com seu amigo Clifford Berry. Essa influència pode ter sido decisiva para Mauchly imaginar o ENIAC mas segundo o próprio Mauchly foi Eckert que o convenceu de que as coisas que ele sonhava eram possíveis. Mas mesmo assim Atanasoff e Clifford Berry entraram em uma disputa legal depois que o ENIAC estava pronto alegando que foram roubados. Um ano depois em agosto de 1942, Mauchly fez um mini projeto de cinco páginas que explicava o projeto seu e de Eckert para a construção de um computador de alta velocidade que usaria válvulas eletrônicas, então nascia a idéia real de transformar o sonho em realidade, construir o ENIAC e mudar o rumo da humanidade. Submeteram o projeto para a Escola Moore mas foi extraviado sem explicação. Mas alguns meses depois um tenente do Exército chamado Herman Goldstine que fazia o meio de campo entre o lado técnico e o Exército, se interessou pelo projeto dos dois gênios da computação. O Exército estava desesperado atrás de uma solução para um problema de extrema urgência: a artilharia que estava em combate na África do Norte estavam tendo dificuldades com o terreno irregular que era macio demais e na hora de disparar os tiros faziam errar o alvo Goldstine que era matemático pela Universidade de Michigan percebeu o potencial do projeto e começou a influênciar seus superiores para realiza-lo.
A construção de um sonho
Para começar a construir o ENIAC a dupla precisaria de estrutura e apoio financeiro do Exército e foi o que o senhor Goldstine conseguiu. Em 9 de abril de 1943 dia de aniversário de Eckert recebeu um de seus maiores presentes, $ 400.000,00 dólares para financiar o projeto junto a Escola Moore para a contrução do ENIAC.
Herman Goldstine
A Válvula Eletrônica
O Principal "ingrediente" para a construção do ENIAC eram as válvulas eletrônicas, o ENIAC era composto por 17.468 válvulas e 1.500 relés e emitia 200 quilowatts de calor (50 graus) e isso deixava o projeto bem complicado de se realizar. A explicação para o uso de tantas válvulas era o sistema décimal usado por Mauchly que para ele era o melhor já que o equipamento ficava legível para ser compreendido por nós seres humanos.

Mas o grande número de válvulas faziam do ENIAC um computador de constante manuntenção e o calor da sala era insuportável, praticamente o tempo todo que estava em funcionamento alguém deveria estar trocando as válvulas já que uma válvula queimava a cada 2 minutos. Ele foi alojado em uma sala de 9 metros por 30 tinha 5,5 metros de altura e 25 metros de comprimento era duas vezes maior que o Mark I e empregou 7.237 horas-homem para concluí-lo.

A sua programação era feita externamente por ligações feitas a mão para cada rotina e armazenava apenas vinte números de dez dígitos e toda sua programação tinha que ser feita reordedenando-se a rede elétrica. Apesar de todos os "problemas" o ENIAC era mil vezes mais rápido que o Mark I o computador eletromecânico apresentado em 1944.

Ficou pronto finalmente em 1945 mas a guerra já havia acabado e na verdade só foi apresentado em fevereiro de 1946. Seu primeiro teste formal foi realizar os cálculos para avaliar a praticidade da bomba de hidrogênio. Ficou ativo até 1952 e mais de 19.000 válvulas foram trocadas no decorrer desse período. Atualmente peças do ENIAC estão espalhadas pelo mundo em diversos museus, infelizmente nós no Museu do Computador não dispomos de nenhuma peça do ENIAC, mas temos diversas válvulas eletrônicas, cartões perfurados e tabuladoras (que usam cartões perfurados).
  Clique na foto para ampliar
  Clique na foto para ampliar
  Clique na foto para ampliar
 
Qual peça do ENIAC temos no acervo?
O Museu do Computador não tem nenhuma peça original do ENIAC, mas temos cartões perfurados que eram usados em tabuladoras da IBM ( Que também possuimos) no ENIAC, além de vários tipos de válvulas. Todos estão disponíveis para eventos consulte nossa área de eventos.
 
eqwe eqwe qweqw
Cartões Perfurados Tabuladoras IBM Válvulas Eletrônicas